Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

O Desportivo das Aves venceu hoje o Carregado (2-1) na 20.ª jornada da Liga Honra de futebol, somando o décimo ponto nos últimos quatro jogos e aproximando-se dos lugares cimeiros da prova.

 

Já o Carregado somou a sétima derrota em oito jogos, série negra apenas atenuada pelo triunfo em Barcelos, ante o Gil Vicente, na 17.ª jornada, e é cada vez mais último, com apenas 13 pontos. O resultado peca por escasso face ao que se passou em campo, já que o Desportivo das Aves foi a equipa que mais procurou a baliza adversária e mais oportunidades dispôs para marcar, dominando praticamente toda a partida, e o Carregado apenas criou perigo em lances de bola parada.

 

Os golos foram marcados por João Silva (19) e André Carvalho (63) para os avenses e Miguel Rosa (86) para os visitantes, os dois últimos na conversão de livres directos.

 

No primeiro tento, que desfez um certo equilíbrio que se verificava, o jovem ponta de lança português escapou pela esquerda, resistiu às cargas e rematou cruzado e subtilmente para o fundo das redes adversárias fazendo o seu oitavo golo no campeonato, o quarto consecutivo. Pouco depois (26), Luisinho obrigou Thiago a uma grande defesa na cobrança de um livre e, na sequência do canto, João Silva quase voltava a facturar.

 

No segundo tempo (47), Henrique, de cabeça, ficou a centímetros do segundo após canto de Pedro Pereira, mas o Aves voltaria mesmo a marcar (63), por André Carvalho, um grande golo do médio, de livre directo. O Carregado tentou reagir, mas era pouco mais que inofensivo e apenas um livre de Miguel Rosa (67), a obrigar Rui Faria a uma boa defesa, criou perigo. O Aves aproveitava agora os contra-ataques e em dois minutos esteve perto do terceiro: André Carvalho rematou forte para defesa a dois tempos de Thiago (73) e Luisinho, isolado sobre a direita, rematou ao poste (74). No entanto, aos 86 minutos, Miguel Rosa, o melhor do Carregado, cobrou também ele superiormente um livre directo e reduziu a desvantagem, lançando-se os visitantes em busca do empate nos últimos minutos, mas sem sucesso. Seria mesmo a equipa da casa a poder marcar o terceiro, mas primeiro (90) o árbitro invalidou mal o golo a João Silva porque o avançado não cometeu qualquer infracção ao antecipar-se ao guarda-redes Thiago, que se preparava para pontapear a bola, e depois, no último lance do jogo, Xano rematou à trave com a baliza escancarada.

 

Fonte: Sapo Desporto



publicado por domifer às 21:51
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

O Desportivo das Aves empatou com o Penafiel, 1-1, em jogo da 19.ª jornada da Liga de Honra de futebol, este empate foi arrancado mesmo em cima do apito final.

 

Um golo do jovem João Silva, já em tempo de compensação (94), deu o empate para o Desportivo das Aves, que jogou quase toda a segunda metade da partida com menos um elemento devido à expulsão de Sérgio Nunes.

 

Numa primeira parte marcada pelo frio que se fez sentir esta tarde em Penafiel, lances dignos de registo só se verificaram já em cima do intervalo, tendo as duas equipas desperdiçado boas situações para se adiantarem no marcador.

 

A segunda metade do encontro abriu com uma soberana ocasião para o Penafiel abrir o ativo, mas Vítor não foi capaz de transformar uma grande penalidade que castigou falta de Sérgio Nunes sobre Kanu, tendo a equipa do Desportivo das Aves ficado reduzida a 10 unidades com a expulsão, por acumulação de amarelos, de Sérgio Nunes.

 

Dois minutos depois, aos 49, Luís Reforço assinalou novo castigo máximo a favorecer o Penafiel, a penalizar mão de Nuno Pedroso na área, e que Josué, desta feita, não desperdiçou.

 

A jogar com menos um elemento quase toda a segunda parte, tal e qual como havia acontecido no encontro da jornada anterior diante o Trofense, o Desportivo das Aves não se acanhou e tentou chegar ao empate.

 

O golo do Desportivo das Aves acabaria por chegar já em tempo de compensação. Aos 94 minutos, João Silva ganhou em esforço aos centrais do Penafiel e na cara de Zé Eduardo atirou para o fundo da baliza.

 

Fonte: Sapo Desporto



publicado por domifer às 22:02
Domingo, 07 de Fevereiro de 2010

O Desportivo das Aves, com menos um jogador quase toda a segunda parte, alcançou hoje uma importante vitória ante o Trofense (1-0), que o catapulta para a primeira metade da tabela da Liga de Honra em futebol.

 

Em encontro da 18.ª ronda, o golo solitário de João Silva (60 minutos), permitiu aos locais quebrar um jejum de triunfos em casa que já perdurava desde a 11.ª jornada, a 29 de Novembro, tendo, depois disso, somado duas derrotas e um empate no seu estádio.

 

Já o Trofense, depois de duas vitórias consecutivas, marcou passo e deixou uma pálida imagem de um candidato assumido à subida de divisão.Nota para as estreias de Nelson Pedroso e Amaury Bischoff, no Desportivo das Aves, e de Licá, no Trofense, os dois últimos jogadores emprestados pela Académica.

 

Foi uma partida muito disputada como o comprova o elevado número de cartões mostrados pelo árbitro (11 amarelos e um vermelho), mas com poucas situações de golo.

 

O primeiro lance mais perigoso pertenceu à equipa da casa, aos 19 minutos, quando Luisinho entrou bem na área pela direita, mas Pedro Ribeiro cortou no limite.

 

Aos 24 minutos surgiu a melhor ocasião do Aves para marcar na primeira parte: Vinícius, de zona frontal, rematou com força, mas Riça defendeu bem.

 

O Trofense tinha um aparente domínio do jogo, mas não criva situações de golo e foi novamente o Desportivo das Aves a estar mais perto de inaugurar o marcador: Pedro Pereira entrou pelo lado esquerdo na área, mas o remate embateu nas malhas laterais (45+2 minutos).

 

A segunda parte começou com a expulsão, por segundo cartão amarelo (algo forçado) de Amaury Bischoff (48 minutos), o que permitiu ao Trofense instalar-se no meio campo avense, mas sem consequências.

 

O Aves não se desorganizou e chegaria mesmo ao golo aos 60 minutos: centro precioso de Vinícius, João Silva ganhou a Cláudio nas alturas e fez um chapéu, de cabeça, a Riça.

 

Os últimos minutos foram emocionantes: Reguila (90) falhou o empate de forma incrível, à boca da baliza, Vinícius (90+1) ficou a centímetros do segundo dos locais, após excelente iniciativa individual, e Filipe Gonçalves errou por muito pouco o remate (90+4) e o golo redentor dos trofenses.

 

Fonte: Sapo Desporto



publicado por domifer às 18:57
Entre Ambos-os-Rios
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28


arquivos
2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO